Paula Parreira

repórter + esportes + música + Itumbiara + jornal + Goiânia + futebol + mostarda + dorminhoca + tênis + blog + Guilherme + família + óculos + café + fotos + Pateta + O Popular + marshmallow + amigos

quarta-feira, 16 de abril de 2008

Uma avaliação que eu não entendi muito bem. Mas agora tenho três cursos para fazer de cara. E outros três pra quando for terminando. Vamos lá. Nunca fiz um curso online na minha vida.

***
E sim. Vou conseguir deixar você fora dos meus planos. Ainda não tenho certeza de que eu preciso. Mas por enquanto parece mais sensato. Não sei quando estiver mais fácil. Mas pretendo manter minha direção.

sábado, 12 de abril de 2008

Um cara do time não fala desde que perdeu um pênalti. Está negociado com o Corinthians, fica claro que isso daí mexeu com o rendimento do cara e, depois de um bendito pênalti perdido, ele não fala mais. É o lateral-esquerdo. Aí como é semana decisiva, o artilheiro do time resolve não falar também. É o cara mais massa da equipe e não dá entrevista porque é supersticioso. E eu estou distante 200 quilômetros da minha cidade e passo quatro dias fora da redação pra cobrir essa galera. E mais. O treinador arranja de fazer treino secreto. Eu não quero mais trabalhar na semifinal. Acho que posso antecipar mais ainda minhas férias e pegar folga bem nos dias de decisão de campeonato.

***

Beautiful.
Say a little prayer.
Suddenly I See.

Sim, estou bem breguinha. Admito.

sexta-feira, 11 de abril de 2008

Em Itumbiara, cobrindo a semifinal. Um repeteco do ano passado. Novos discos: Modest Mouse e Raconteurs. Ouvindo "Old enough", do segundo. Vale a pena.

***

Ando disparando minhas opiniões, como se fossem as mais certas do mundo.

***

A quem interessar possa, estou de férias a partir de 5 de maio. Até dia 4 de junho. Antecipação. Lud e Nana podem me esperar. Uns diazinhos em Itumbiara e um fim de semana com primos em Uberlândia, se eu estiver animada. Nada de extraordinário. Mas é bom de qualquer jeito.

***

Agora já está em "The switch and the spur". Que também vale a pena.

segunda-feira, 7 de abril de 2008

Eu já sei o que é. E não vejo nenhum problema. Mas é que eu sempre fico esperando que algo extraordinário aconteça na minha vida.

***

Gostei da frase da Fabi: "O desperdício da vida está no amor que não damos, nas forças que não usamos, na prudência egoísta que nada arrisca".

***

Classificados
Não sei onde está o meu livro Abusado. Devo ter emprestado pra alguém. Se alguém aí souber, me avisa, que eu busco em algum lugar.

***

Estou na torcida. Quero o Atlético na próxima fase da Copa do Brasil. Tem que eliminar o Grêmio. E não quero a Fernanda Venturini na Olimpíada.

***

A Carina fala que não tem tempo pra genialidades, mas ela foi gênio pra mim. Olha só: "Tempo eu tenho, só não quero acordar mais cedo". Amei. Disse tudo que eu sempre quis dizer. Tudo que eu quero dizer todos os dias. Ah, e não sei se já falei, mas adoro que o nome da Carina se escreva com C e não com K.

***

Não tenho vontade de ler nada. Pelo menos, nada novo. Dá preguiça, desânimo, irritação com os livros. Tem um monte de coisas que ainda não li em casa, mas também não quero ler nada. E aí eu decido reler um livro que eu já gosto demais. E estou achando ótimo. Afinal, é o que sempre digo. Se você já tem certeza que gosta de uma coisa, porque procurar por novas?

***

O realista e o piadista. Massa ganhou, mas nem comemorou muito. Sabe que tem que fazer muito para ser campeão do mundo. E o Rubinho acha que ainda pode ser campeão em 2008.

***

E essa semifinal tá uma droga. Mas também, agora que já tá assim, vou torcer pra dar logo Atlético e Goiás na final e acabar logo essa bagaça.