Paula Parreira

repórter + esportes + música + Itumbiara + jornal + Goiânia + futebol + mostarda + dorminhoca + tênis + blog + Guilherme + família + óculos + café + fotos + Pateta + O Popular + marshmallow + amigos

quinta-feira, 28 de abril de 2011

A série que o Gui chamou de Killed by Brasília terminou com o Motorhead. Católicos, espantai-vos. Fomos a um show de Lemmy e cia em plena Sexta-feira Santa. Tem gente que nem trabalha, tipo o Goiás, que, com um técnico devoto, não treinou. Tem gente que vai ao show do Motorhead.

O bom é que fomos, eu e Gui, com um pouco mais de tempo a Brasília. Deu para passear, encontrar amigos e fazer happy hour. No show, Gui disse que dançaríamos um monte. Mas não foi tanto assim. Parece que dançamos mais nos outros dois (Iron Maiden e Ozzy). Realmente não lembro bem das músicas. Mas acho que gostei de Ace of Spades.

Em resumo, Motorhead é direto. Com diz o Gui, "sem firulas". E, apesar de saber que Lemmy is God, gostei muito do baterista. Não gosto de solos intermináveis, como os do show do Ozzy. Mas gostei dos que vi na semana passada. O guitarrista Phil Campbell fez um breve e bom. Já o baterista Mikkey Dee foi sensacional no solo, que poderia durar o quanto ele quisesse que eu não reclamaria.

Fotos:

 

 O melhor mesmo foi que ir com a camiseta do Death Cab. Arrasei, gente, eu sei!
 A mão do Gui.
 O Lemmy e o Phil Campbell.
 Ui!
 Mikkey Dee.
 Cantando.
A arte de equilibrar a cerveja. Que craque!

***

E acabei esquecendo do evento com o Daniel Galera em Goiânia, em que ele ia falar sobre o Mãos de Cavalo. Não li o Mãos de Cavalo ainda, apesar de tê-lo, mas já li outros dele.

***

Sabe, ando achando tudo uma bobagem. As minhas coisas e as coisas dos outros.

***

Decidi que vou ler, depois do Gui, o livro que ele comprou com a história do Led Zeppelin, Quando os gigantes caminhavam sobre a Terra, do Mick Wall.

***

Estou prestes a começar o meu novo-velho Murakami. Mas quero estar mais solta, mais relaxada e, assim, mais concentrada na leitura. Terminei o Solar, do Ian McEwan. Poderia emendar no outro dele que tenho. Mas vou mudar o foco. Fico com vontade de ler logo os lançamentos que gosto e compro, mas aí tenho essa coisa de deixá-los me esperando e, quando os pego, já não são mais lançamentos. Aí, antes de pegar o Murakami, acabei catando um pocket de crônicas da Martha Medeiros pra espairecer.

4 Comments:

Blogger nina kitsch said...

é a 2ª vez que a senhorita vem a Brasília e a gente não se encontra, né? que coisa!

6:56 PM  
Blogger Maria Cristina said...

eeee e viva os shows para vc atualizar o blog!!! Qdo é sua próxima folga??? Vamos nos ver! bjosss

10:12 PM  
Anonymous Guilherme Gonçalves said...

Agora o blog precisa dar uma pausa nessa dependência de shows para ser atualizado.

O próximo é só em setembro e ninguém quer vê-lo parado até lá. Nada de ostracismo creativo, ok escriba dona do espaço?

Na verdade, o bloguinho tinha que ser alimentado sempre. Daí virava minha leitura de cabeceira.

Beijito!

12:36 AM  
Blogger Jataí/Goias said...

Passei e fiquei...

2:40 AM  

Postar um comentário

<< Home